segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Bethy Lagardère, Intensa.


Bixas, essa semana eu fiquei muito curiosa a respeito de uma pessoa, e fui atráz de matar minha curiosidade, porém, o resultado da pesquisa foi tão boa, que resolvi compartilhar com voces oque descobri de Bethy Lagardère.

Bethy saiu do interior de Minas e 
virou uma pessoa especial da high society francesa.

Bethy é uma personagem referência.

Isso por que ela soube conquistar... Ela conquistou os franceses...
desde Jacques Chirac á
até tomar chá com seu amigo Karl Lagerfeld
sem marcar hora, Jean Paul Gaultier, Ungaro,
Azzedine Alaïa e muitos outros...
Referência também pelo bom gosto e também por esbanjar, daí o título americano "A mais
haute-couture do mundo."
Como eu disse lá no inicio do post, esses ultimos meses ela vem com tudo nas revistas nacionais, e internacionais

 como, Vogue, Elle, entre redes sociais voltadas a moda e arte, dai procurei mais saber desta mulher pela qual o mundo se abre. O resultado dessa pesquisa foi que me apaixonei por ela, seu estilo excêntrico e perfecçionista, me conquistou muiiito, principalmente pelo leilão que ela fez no fim de ano de 2013, onde ela leiloou tudô, cama, mesa e banho! Tudo que era artigo ela leiloou por um motivo nobre, abrir um Maison Brasileira de Moda e Desing em BH, sua cidade natal, com um espaço ligado a uma escola de moda para 1.600 alunos, e que ainda servirá de museu para suas roupas de alta-costura. Por isso ela bombou mais que nunca esses dias, imagino como ela tomou essa desição, até por que ela é a MAIOR COLECIONADORA couture do mundo.


Vivida no luxo e no poder, ela influencia a moda, foi modelo quando mais jovem, simpática e com um sorriso lindo.



Homenageada desta edição do São Paulo Fashion Week, Bethy Lagardère ganha documentário e exposição dos seus vestidos de alta-costura





Beijos

Um comentário:

  1. Humm, adorei o post! Irei pesquisar mais sobre Bethy, rsrsrs...

    André Santos!
    www.boletimdamoda.blogspot.com.br

    Bjs.

    ResponderExcluir